O pedido de suplementação de verba foi protocolado na Assembleia Legislativa dia 4 deste mês e está em análise na CCJ, de onde irá a Plenário.

Para não ficar pedra sobre pedra: o pedido de verba extra para turbinar a publicidade do governo Helder Barbalho, que neste ano vai torrar R$ 82 milhões, chegou à Assembleia Legislativa no último dia 4. Se for aprovado – e não há o menor risco de que não o seja -, os gastos com publicidade do governo do Pará passarão a ser três vezes maiores do que o total gasto no governo Jatene, fato que, aquela altura, virou mantra do então candidato à sucessão, com bordoadas diárias e sistemáticas através de todos os veículos de comunicação da família Barbalho, hoje, maior beneficiária dessa dinheirama – sem falar das escandalosas ações entre amigos. Bem, nada melhor do que um dia atrás do outro.

Notícias relacionadas:

Em ano de pandemia,
Helder vai gastar R$ 82 mi
em publicidade e ainda pede “extra” à Assembleia  

Dinheiro a rodo e festa milionária garantida

Quem leva a parte do
leão nessa na gastança

(Veja no Link: https://colunaolavodutra.com.br/em-ano-de-pandemia-helder-vai-gastar-r-82-mi-em-publicidade-e-ainda-pede-extra-a-assembleia/)

Comissão de Justiça
analisa a proposta

Além dos R$ 82 milhões já previstos para a publicidade neste ano, o pedido de verba extra levado no início deste mês à Assembleia Legislativa importa em mais R$ 25 milhões que, na ponta do lápis, implica a modesta quantia de R$ 107 milhões – convenhamos, é muita publicidade oficial, mas o ano eleitoral está chegando. Embora 90% dos parlamentares com assento na Casa não saibam, a proposta do governo já se encontra na Comissão de Constituição e Justiça para análise e aprovação em plenário. Que ninguém se espante!  

Deixe o seu comentário