Divulgação

Incursão de Dória sugere a Helder Barbalho
armar dois palanques: para ele e para Lula

Dia 10 de setembro, de 2021, 9:30horas

O que chama atenção nesta festejada visita do governador do São Paulo, João Dória, ao Pará – com direito a envio de “batedores”, como o presidente da Assembleia Legislativa paulista -, entrevista previamente marcada, discurso pautado em boas falas sobre o governador Helder Barbalho, o deputado Nilson (Bandeado) Pinto e a mulher dele, Lena Ribeiro, potencial candidata à Câmara Federal, além de dois jantares é o que o futuro reserva, aqui no Estado, para as pretensões de Dória de, após disputar e – eventualmente – vencer as prévias no PSDB, em novembro, consolidar seu nome como candidato à Presidência da República, em 2022, onde terá como adversários, no mínimo, o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula da Silva, segundo o cenário que se nos apresenta.

Faca de dois gumes

A questão é: sendo João Dória candidato à Presidência, conforme antecipou em entrevista exclusiva de cerca de 30 minutos ao jornalista Daniel Nardin, diretor de Conteúdo da Redação Integrada do jornal “O Liberal”, “quem decide” (os rumos do PSDB no Pará) “é o deputado Nilson Pinto”, isto é, a Executiva Estadual do partido, comandada pelo deputado federal que, como se sabe, se bandeou para os braços do governador do Pará levando com ele todos os tucanos com assento na Assembleia Legislativa, ao passo em que criou um fosso na militância do partido, que se manifestou meio que revoltada com a decisão.

Sinuca de bico

E, para encerrar: ao confirmar, sub-repticiamente, uma aliança com o governador Helder Barbalho, através do que acredita que será o PSDB do deputado Nilson Pinto e da mulher dele, Lena Ribeiro, amanhã, João Dória pediu um palanque para chamar de seu no Estado. Então, como ficará o governador Helder Barbalho, que se prepara para armar palanque para o ex-presidente Lula? Bem, Dória já é bem grandinho para acreditar em contos de carochinha, mas corre o risco de ter que se contentar com a calorosa recepção, com a festa que Lena Ribeiro prepara para festejar sua visita, ou com o jantar do governador.

Deixe o seu comentário