Sexta-feira, 16 de julho de 2021

Aeroporto de Salinas será entregue hoje

e promete consolidar turismo na região

Novo, equipado e com pista de quase dois quilômetros, o Aeroporto de Salinópolis (foto),  será entregue hoje, com pompa e circunstância, pelo governador Helder Barbalho. A obra custou a bagatela de R$ 12 milhões e as melhorias incluem, além do terminal de passageiros, sala de espera, banheiros, lanchonete, balcão de informações, salas administrativas e de embarque e desembarque, com a promessa de consolidar o turismo na região. O aeroporto tem capacidade para receber aviões com até 60 passageiros, mas, ao menos até o momento, não se tem informações, nem do Estado, muito menos da prefeitura local, sobre qualquer empresa aérea interessada em explorar esse “filão”.

Previsão tenebrosa

A Confederação Nacional dos Municípios classificou o relatório da Reforma do Imposto de Renda apresentado pelo deputado federal Celso Sabino um “escândalo”, tanto por desonerar a renda das empresas e pessoas mais ricas do País quanto por produzir um rombo de pelo menos R$ 30 bilhões nas contas públicas. Desse valor, diz a Confederação, mais de R$ 13 bilhões serão subtraídos dos cofres municipais.

Mãos à obra

Com chancela da Organização das Nações Unidas, agentes do Detran receberam semana passada inédita capacitação, além de equipamentos especiais, radares e novos etilômetros para atuar nas estradas do Pará, aliás, o único Estado do Brasil a ser contemplado com o prêmio. Dito isso, o Detran só precisa incluir entre “estradas do Pará” o trecho da BR-316 entre Belém e a entrada de Benevides, onde nem a ONU consegue botar termo.

Direto de Cuba

Leitor da coluna sintonizou a famosa Rádio Havana, em Cuba, para saber a quantas anda a onda de protesto por lá. A programação era sobre saúde, combate ao coronavírus e entrevista com uma infectologista que trabalhou no Brasil. No meu meio da programação, propaganda oficial: “Para as patranhas do inimigo, filas de povo”. De resto, parece que nada está acontecendo, mas, como se diz, o buraco é mais embaixo.

Mato sem cachorro

A coluna, como o atento leitor, defende a liberdade e a democracia, mas os protestos que sacodem Cuba desde a semana passada atendem pelo nome de comida, remédio e emprego. Havana sofre uma crise econômica terrível. A Rússia lhe cobra dividas da época da União Soviética e o governo diz que não deve porque a URSS não mais existe. A China tem dificuldade em ajudar e o bloqueio econômico imposto pelos EUA é cruel.

Terra legal

O governador Helder Barbalho e o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, assinaram acordo, na última segunda-feira, pelo qual o Iterpa e a Codem irão desenvolver projeto de regularização fundiária que prevê beneficiar mais de 10 mil famílias em cinco bairros da capital e dos distritos de Icoaraci, Outeiro e Mosqueiro. Os investimentos são da ordem de R$ 6 milhões. Levantamento da Codem aponta que mais de 60% dos 72 bairros que compõem o território de Belém encontra-se em situação fundiária irregular.

Água na fervura

O MP jogou água na fervura da Prefeitura de Igarapé-Açu, região nordeste do Pará, ao determinar a suspensão do “Açu Verão”, que iria deste mês até 1 de agosto. A ação impediu a prefeitura de liberar qualquer valor para o evento ou a qualquer empresa envolvida na promoção dos shows. Além disso, a prefeitura se obriga a comunicar à população sobre a suspensão do evento em suas redes sociais oficiais e demais meios de comunicação disponíveis, sob pena de pagamento de multa de R$ 20 mil por cada dia de evento até o limite de R$ 240 mil. Justificativa do MP: evitar aglomerações.

Lado da força

O pesquisador inglês James Bellini estima que, em 2030, a população mundial entrará na era das interações holográficas. Bellini baseia sua teoria no aumento do número de chamadas ao vivo nas plataformas de aplicativos e redes sociais nesta pandemia. Segundo ele, “os avanços em tecnologia de banda larga na velocidade da luz apontam para formas pioneiras de conectividade”, como o holograma, conforme retratado no filme “Star War”.

  • A Prefeitura de Ponta de Pedras promove neste sábado seu primeiro Festival de Pipas. Ponta de Pedras é conhecida pelos fortes ventos de verão, que dão vida às pipas no ar.
  • Prefeitos de Porto de Moz,  Gurupá, Portel, Bagre e Oeiras, nas regiões do Xingu e Marajó, que têm forte potencial econômico e turístico, vivem isolados por falta de rodovias.
  • Com a economia estagnada, os prefeitos pedem atenção especial do governo para abrir rodovias ligando a Transamazônica ao Xingu e aos demais  municípios do Marajó.
  • A “Feijoada do Papai”, promovida anualmente pela Diretoria da Festa de Nazaré, continuará com compras online do ticket e retirada dia 7 de agosto.
Divulgação
  • O árbitro Diego Pombo Lopez (foto), da Bahia, que apitou Remo 2 x 1 Brusque, participou, em 2012, do reality A Fazenda, da TV Record. Foi o sétimo eliminado.
  • Ninguém fala mais nada sobre o CT do Remo. Como a documentação toda legalizada, pergunta-se: por que o espaço não está sendo utilizado para treinamentos?
  • Não é só com as divisões de base que Paysandu e Remo são negligentes. O futebol feminino também não tem vez.  Já a Esmac disputa neste domingo o direito de passar à divisão de elite do futebol brasileiro.
  • A presidente da Tuna pediu adiantamento à CBF de valores a que o clube teria direito para competições do ano que vem, sem nada comunicar aos “pares”.  Perdeu. Tem gente na diretoria que nem pisca. Até o diretor de futebol pediu afastamento.
  • O presidente Bolsonaro segue internado em SP sem previsão de cirurgia. O quadro é de grave obstrução intestinal, e o tratamento será “conservador”, segundo os médicos.
  • Com a CPI da Covid prorrogada por mais três meses, segue a xaropada que aparenta nunca chegar a lugar algum.
  • Com base em dados de 2018, o Instituto Trata Brasil aponta que a maioria das famílias na extrema pobreza no País não tem saneamento. Parte delas está na Região Norte, onde 88% não contam com esgoto.

Deixe o seu comentário