Quinta-feira, 15 de julho de 2021

Decreto de Helder Barbalho condiciona nomeação
de agentes públicos à declaração de bens e valores

Divulgação

Decreto do governador Helder Barbalho (foto) publicado no Diário Oficial do último dia 12 condiciona a posse de agentes públicos em qualquer cargo no âmbito do Estado à apresentação de declaração de bens e valores referentes a imóveis, móveis, dinheiro, títulos, investimentos financeiros, participação societária e quaisquer outras espécies de bens e valores patrimoniais. O que quer dizer isso? Nada – desde que foi a criada a figura do “laranja”. Mas, a favor do governador conta a boa intenção, segundo a qual o serviço público não existe para enriquecer quem quer seja. Ocorre que de boas intenções…

Joga no ventilador

O delegado Everaldo Eguchi “está” delegado afastado, correndo para ser ex-delegado se a Polícia Federal comprovar que a operação deflagrada contra exploradores ilegais de minérios no Pará foi comprometida por conta de “informações privilegiadas”, cuja divulgação está sendo atribuída a ele. O que se diz é que Eguchi não tem a calma que caracteriza os orientais, dos quais descende; muito pelo contrário – e não estaria disposto a presidir o clube do “eu sozinho”, seja lá o que isso quer dizer.

Reforma do teto

A provação do projeto que proíbe o pagamento de remuneração acima do teto salarial no serviço público está sendo pintada como a “jogada de mestre” do deputado Arthur Lira, autor da proposta, mas, de cima para baixo, quer dizer, da esfera federal, passando pela municipal, até a estadual há muito a ser descortinado. O que os governos vão fazer para ajustar os penduricalhos – abonos, gratificações, auxílio-moradia, paletó, baba, gasolina e outros quetais – que permitem a uns poucos embolsar tanto dinheiro?

Pavio aceso

Os protestos que têm varrido a Ilha de Cuba desde a semana passada reascenderam a chama socialista que parecia estar apagada no espírito guerreiro do prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues. Bom lembrar ele assim. Em vídeo que circula apenas no Whatsapp, Edmilson cantou loas à revolução cubana e desceu a lenha no governo Biden por conta do embargo político imposto à ilha. Os cubanos de hoje lutam por liberdade e democracia.  

Marola de fé

A Diretoria da Festa de Nazaré publicou nota para se posicionar sobre as informações segundo as quais o Círio-2021 ocorrerá no formato tradicional. Na verdade, nada está decidido, nem entre as autoridades de saúde e muito menos no âmbito da Igreja. Até mesmo a programação que tradicionalmente antecede o evento é apresentada aos órgãos de saúde regularmente com vistas ao cumprimento dos protocolos.  

O lugar da UFPA

O Brasil é o país com o maior número de universidades que compõem a edição 2021 do ranking latino-americano do Times Higher Education, um dos principais indicadores de educação superior do mundo. Sete das universidades do Top 10 são brasileiras – a começar pelas paulistas USP e Unicamp. A maioria das universidades brasileiras listadas no topo do ranking é pública. A Universidade Federal do Pará ocupa o 94º lugar no ranking.

Pandemia? Qual?

Decididamente, os veranistas riscaram a pandemia do mapa da saúde pública: para onde se olha há gente, tudo junto e misturado. Em Salinópolis, carros de todos os lugares, do nordeste brasileiro  ao Tocantins, Amazonas, Macapá e regiões  do Pará. As rodovias estaduais estão em bom estado, mas a BR-316, que passa por melhorias tem o tráfego lento e perigoso, sem falar nas fiscalizações e nas “araras” escondidas.

Outros ares

O que se observa é que muitas famílias mudaram de ares e para se refugiar em Soure, Salvaterra e Ponta de Pedras, no Marajó, onde há menos aglomerações e travessia de ferry-boat ou lancha rápida com duração de  duas a três horas. Por conta dessa demanda as empresas fluviais deverão fazendo viagens extras durante todo o mês.

Nem pintado de ouro

Os escritórios regionais da Emater nos 144 municípios do Pará estão recebendo ligações de Belém alertando que a diretoria não quer Giovani Queiroz – nomeado para a Secretaria Extraordinária de Produção – transitando nos escritórios da empresa, tudo por conta do vídeo que  ele divulgou dias atrás. Seria só isso ou estão se sentindo ameaçados? Textualmente, diz o alerta, “manda quem pode, obedece quem tem juízo…”. 

Contagem de votos

Por falar na Emater, representantes da diretoria que visitam os escritórios já chegam perguntando quantos agricultores o escritório atende diretamente. Na mesma hora fazem a conta para contabilizar os votos disponíveis na área. Quanto ao trabalho técnico, bem… 

  • Erramos: a Segup e a empresa Dígitro Tecnologia assinaram aditivo de prorrogação ao contrato de escuta telefônica correspondente a R$ 6. 523.298, por um ano. Os equipamentos, adquiridos ano passado, custaram o mesmo valor.
  • O TCE aprovou por unanimidade, em sessão extra, na última terça, parecer prévio favorável às contas de 2020 do governador Helder Barbalho. Das 35 recomendações apresentadas ao Executivo, 31 foram reiteradas.
  • A Segup pode até ter reforçado a segurança no interior do Estado por conta do veraneio, mas, para quem permanece na cidade, resta observar que os ladrões estão fazendo a festa.
  • Incrível, mas verdadeiro: o Centro de Defesa da Criança e do Adolescente não foi ouvido, nem cheirado, muito menos convidado a participar do evento da Prefeitura de Belém que comemorou 31 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, terça-feira.
Divulgação
  • A gestão do prefeito Pedrinho da Balsa (foto), no Acará, chama a atenção. Em se tratando dos kits de alimentação escolar, as famílias recebem como manda o bom senso, isto é, proporcionalmente ao número de filhos na escola.
  • Outro fato inédito foi o “repatriamento” de alunos de comunidades ribeirinhas que, pela proximidade, frequentavam escolas da rede de Belém, às unidades do município.
  • O presidente Jair Bolsonaro foi internado ontem no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, após dores abdominais e crise de soluços.
  • Até então, estava prevista reunião de Bolsonaro, às 11h00, com os presidentes da Câmara, Arthur Lira, do Senado, Rodrigo Pacheco, e do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, em busca da estabilidade institucional.
  • A prorrogação da CPI da Covid por mais 90 dias e, depois disso, a retomada da CPMI das Fake News, fazem parte dos planos para desgastar Bolsonaro.
  • Em paralelo, o ministro Alexandre de Moraes, do STF, decidiu compartilhar provas dos inquéritos das fake news e dos atos antidemocráticos com o Tribunal Superior Eleitoral.
  • O Conselho de Ética da Câmara instaurou processos contra o líder do governo, Ricardo Barros, e o deputado Luís Miranda, que denunciou supostas irregularidades na compra da vacina Covaxin.

Deixe o seu comentário