Multinacional planeja
construir silo imóvel
em Ponta de Pedras

Terça-feira, 25 de maio de 2021

Divulgação

A multinacional de logística de transportes Louis Dreyfus planeja instalar silo flutuante  imóvel na Ponta do Malato, em Ponta de Pedras, Marajó, para receber grãos para exportação. Parte da produção de soja do Mato Grosso virá em barcaças do Porto de Miritituba, em Itaituba, e será depositada no silo até ser baldeada para grandes navios e seguir para outros continentes. Esse deverá ser o primeiro de muitos empreendimentos do tipo previstos para a região, graças ao calado e a proximidade com Vila do Conde (foto).

Sem controle

O Centro Comercial de Belém está completamente sem controle quanto às medidas de prevenção à Covid-19. As lojas até mantêm plaquinhas informando o número de pessoas que podem entrar por vez nos estabelecimentos, mas respeitar o limite que é bom, nada. O álcool também permanece disponível, mas desprezado pelos clientes. A situação é ainda mais medonha nas lojas coreanas de produtos baratos, onde o descaso pode custar caro.

Divulgação

Pai da criança

Quem visita o Porto Futuro, nas Docas (foto), sai com a impressão de que a obra foi construída com dinheiro exclusivamente do Estado. É o que se depreende da leitura da placa inaugural onde constam, apenas e tão somente, os nomes do governador Helder Barbalho, do então vice, Lúcio Vale – hoje conselheiro vitalício do TCM – e da secretária de Cultura, Úrsula Vidal. A obra foi construída com dinheiro federal e inaugurada pelo presidente Bolsonaro, dia em que Helder Barbalho levou um das maiores vais da sua carreira política.

Causa própria

O deputado estadual delegado Caveira tentou – mas não conseguiu – aprovar projeto de lei que impede a remoção de delegados e agentes da Polícia Civil com mais de dez anos de profissão. O receio é que, com tantas acusações e oposição tão acirrada ao governador Helder Barbalho, o futuro do delegado não seja dos melhores, caso não consiga sucesso na candidatura a deputado federal nas eleições do ano que vem.

Falta combinar

A Secretaria de Meio Ambiente do Estado e o Imazon precisam combinar: enquanto o Estado aponta redução de 14,63% no desmatamento de agosto do ano passado a maio deste ano, o Instituto anuncia “aumento expressivo” em abril, representando a derrubada de 778 quilômetros quadrados, maior valor da série histórica para o mês em dez anos. Por aumento expressiva entenda-se 45% de desmatamento em relação a abril do ano passado.

Pai e filho

O licenciamento digital emitido pelo Detran criou um dilema. O filho condutor, por exemplo, eventualmente abordado pela fiscalização, não tem como provar que o veículo é do pai se não tiver instalado no próprio celular o aplicativo para baixar o comprovante. Em tempos de pandemia, o afrouxamento da regra tem sido recorrente em todos os casos, mas, e quando tudo isso passar, haverá  pátio suficiente para tanto carro apreendido?

Ópera nossa

Em vinte anos de Festival de Ópera do Theatro da Paz, criado pelo arquiteto Paulo Chaves, o público assistiu montagens dos mais expressivos compositores de diversas nacionalidades e do virtuoso Carlos Gomes, com o “Guarany”. Desde o início da pandemia, a Secretaria de Cultura ampliou  seu foco e foi buscar parceria com artistas e técnicos do Teatro Amazonas, o que permite, hoje, levar os quadros técnico, artístico e musical paraenses para atuar em outros Estados e, em alguns casos, na Europa e nos EUA.

Três efes

A Rede Bandeirantes de Televisão deverá quebrar a hegemonia da Rede Globo aos domingos a partir do ano que vem com  programações  que somam três efes:  Faustão, Futebol e Fórmula-1. A emissora sempre investiu em esportes e jornalismo: apostou na F-1 neste ano e saiu-se bem. Os irmãos Saad, proprietários da Band, querem alavancar também a audiência da Band News internacional e aposta em produções de alto nível.

O dente

A Bélgica, que controlou vasto território da África Central – o Congo belga -, vai devolver o dente que considera ser o “último resto” de Pastrice Lumumba, assassinado em 1961. Depois de ter sido baleado, o corpo de Patrice foi dissolvido em ácido, mas a Bélgica recuperou o dente que aparentemente foi guardado como lembrança por um comissário de polícia que participou na eliminação dos restos mortais. Esta “relíquia” será devolvida à família e posta em descanso após uma série de “funerais nacionais” na sua terra natal.

Guerra Fria

Patrice foi assassinado por defender a independência do Congo. Em entrevista à Agência France Press, em Bruxelas, os filhos de Patrice – François e Roland Lumumba, 69 e 63 anos, respetivamente – explicaram como viajaram até Bruxelas para tomar providências e fixar datas para o retorno dos restos mortais do pai deles. À época, americanos e belgas acreditavam que Lumumba era “amigo da União Soviética”. Hoje, o então primeiro-ministro da jovem República do Congo é visto como uma vítima da Guerra Fria. 

  • O presidente da Câmara de Belém, Zeca Pirão, promete para junho agora o pagamento de 2,5% a todos os servidores em atividade. É uma forma de reduzir o impacto pelo não pagamento da reposição salarial com base na inflação 2020-2021, de 6,7%.
  • Aos que questionam a coluna sobre “xepa” da vacina: a ordem aos enfermeiros é descartar o líquido quando a sobra nos frascos estiver menor que 0,5 ml. É o desperdício institucionalizado.
  • Em tese, esse “resto” teria que ir para lixo, mas aí é que entra o infame “jeitinho”.
  • Novas variantes do coronavírus não são necessariamente sinônimo de novas ondas. Como a maioria dos vírus de síndromes gripais, este também é extremamente mutante.
  • A grande questão é se a cobertura vacinal irá proteger, assim como os anticorpos de quem já contraiu a Covid-19.
  • Das 750 rabetas que o deputado Joaquim Passarinho passou para o município de Afuá, através da Pará Rural, foram entregues apenas 710.

As demais, ninguém sabe, ninguém viu. O equipamento pelo governador Helder Barbalho.

  • Sob o lema “Servir a quem nunca foi servido”, o Lions Clube Belém Batista Campos passou a figurar em primeiríssimo lugar no ranking do sistema My Lion, que registra as rotinas e atividades humanitárias no âmbito da área jurisdicional três de Lions Internacional, que engloba o Brasil e toda América Latina.
Divulgação
  • O clube paraense é presidido pela promotora de Justiça Elaine Castelo Branco (foto) e acumula mais de 2 mil atividades de serviço aos mais necessitados de Belém. Elaine tem se destacado na defesa das pessoas com deficiência e outras vulnerabilidades.
  • A décima primeira fase da Operação Amazônia Viva, iniciada dia 3 deste mês e encerrada sábado, reduziu em 62% o desmatamento em áreas estaduais se comparado com o mesmo período do ano passado, segundo a Secretaria de Meio Ambiente do Estado.
  • O governo e sua base no Congresso discutem proposta de emenda à Constituição para prorrogar o auxílio emergencial por até mais quatro parcelas e adiar a reformulação do Bolsa Família.
  • O ministro da Economia, Paulo Guedes, promete em um Bolsa Família ampliado, bancado por um fundo alimentado por privatizações e dividendos de estatais.
  • A ida do ex-ministro Pazuello a um ato político ao lado de Bolsonaro sem máscara, no fim de semana, foi considerada descabida por integrantes do Alto Comando do Exército.

Deixe o seu comentário