Divulgação

No ano em que celebra os seus 80 anos, a Justiça do Trabalho no Pará dá um significativo exemplo de como lidar com seriedade e transparência com suas questões. Em sessão do Pleno no último dia 10, o tribunal deliberou pela aprovação de abertura de processo administrativo disciplinar para analisar denúncias de assédios que teriam sido cometidos pela sua ex-presidente desembargadora Pastora Leal contra servidores do órgão. No entendimento dos desembargadores, mesmo com a recente aposentadoria da magistrada, a abertura do procedimento “se fez fundamental para que os fatos pudessem sem esclarecidos, beneficiando a todas as partes envolvidas”. Detalhe: a medida foi aprovada pela Corte na mesma semana da decisão sobre o Conselho de Farmácia.

Pau que dá em Chico

Conforme o blog Antagônico, naquela semana, a juíza Lea Helena Pessoa Sarmento, titular da 3ª Vara do Trabalho de Belém, determinou o afastamento do presidente do Conselho Regional de Farmácia do Pará, Daniel Jackson Pinheiro Costa, o mesmo que acabou preso pela Polícia Federal por envolvimento na venda de álcool em gel para o governo do Pará em meio à pandemia. O Conselho Regional e o presidente foram condenados, cada um, ao pagamento de R$ 200 mil por danos morais coletivos pela prática de assédio moral.

Dois bicudos
estreitam laços

O senador Tasso Jereissatti, um dos decanos do tucanato nacional, tem falado constantemente com o ex-governador Simão Jatene. Se a relação entre eles já era boa, ficou ainda  melhor, e mais próxima, devido aos movimentos das prévias do partido nacionalmente e a perspectivas eleitorais que a cúpula mais tradicional do PSDB enxerga no Pará. Não faz muito tempo, os dois tucanos tiveram um encontro demorado em Brasília – e falaram mais de futuro do que do passado.

Sócio oculto no
Santa Terezinha

Circula na comunidade médica a informação de que o Hospital Santa Terezinha, chancelado pelo governo do Pará para substituir o Hospital de Campanha do Hangar no atendimento de pacientes de Covid-19, tem entre seus sócios Fádia e Edmar Freire e o presidente da Assembleia Legislativa, Francisco Melo Chicão – eventual substituto do governador Helder Barbalho -, não necessariamente compondo o quadro de 22 sócios registrados oficialmente. A mesma informação circula nos corredores da Assembleia Legislativa, o que remete à máxima segundo a qual o povo aumenta, mas não inventa.

Aliás

A surpreendente escolha do Hospital Santa Terezinha para substituir o Hospital de Campanha do Hangar no atendimento de paciente de Covid-19 passa pela capacidade técnica e operacional da unidade de saúde. De fato, embora tenha chancelado o hospital, o governo não fez questão de divulgar o valor do contrato. Então, não caberia ao Ministério Público entrar em cena, isto é, visitar as instalações para verificar as reais condições de funcionamento do hospital que ficará responsável pelo tratamento de Covid no Estado?

Papo Reto

  • Com a aposentadoria, ano que vem, do desembargador Ronaldo Valle, atual vice-presidente do Tribunal de Justiça do Pará, é certo o nome da desembargadora Maria de Nazaré Gouveia  para presidir o TJ no biênio 23/24. Nazaré Gouveia tem atualmente 71 anos e subiu ao desembargo em 2005, quando atuava como juíza da área criminal.
  • Com a aposentadoria, ano que vem, do desembargador Ronaldo Valle, atual vice-presidente do Tribunal de Justiça do Pará, é certo o nome da desembargadora Maria de Nazaré Gouveia  para presidir o TJ no biênio 23/24. Nazaré Gouveia tem atualmente 71 anos e subiu ao desembargo em 2005, quando atuava como juíza da área criminal.
  • A Equatorial, responsável pela distribuição de energia elétrica no Pará, resolveu mergulhar nas trevas duas importantes e centenárias instituições culturais, cortando o fornecimento de energia sem aviso prévio nem nada.
  • A Academia Paraense de Letras e o Instituto Histórico e Geográfico do Pará foram os seus alvos mais recentes.
  • Os sócios da Marko Engenharia e da Síntese Engenharia estão com suas contas bancárias pessoais e empresariais bloqueadas por conta de dívidas com compradores de seus empreendimentos.
Divulgação
  • A Praia do Farol Velho, em Salinas, está ficando mais bonita. A mansão do empresário Jader Filho (foto) está quase pronta e dizem que será o novo ponto turístico no Sal.
  • Já tem gente questionando as atuações do goleiro Vinícius, do Remo. Dizem que, como goleiro, o rapaz é um bom vereador, embora ainda não tenha chegado à Câmara de Belém.
  • O pessoal de oposição na Assembleia Paraense está criando um canal de comunicação direto com o associado. O nome é autoexplicativo: AP Transparente.
  • Aprática de um personal training de reunir seus 20 alunos todos os dias em um dos pequenos coretos da Praça Batista Campos, atrapalhando transeuntes e caminhantes tem dado alguma confusão.
  • Sem ligar para pandemia, o município de Soure, no Marajó, segundo o prefeito Guto Gouveia, do PL, em nenhum momento interrompeu o seu programa de alimentação escolar. Apesar de só contar com menos de R$ 1 milhão por.
  • No município de Soure, o cardápio inclui itens como peixes, ovos, verduras, hambúrguer e queijo de búfala, já tendo, inclusive, obtido o reconhecimento do FNDE.
  • Já existem sentenças condenatórias de ex-prefeitos do Pará nas varas federais, mas, como os tribunais federais não têm estrutura para instruir ações penais, os processos dormem até os mandatos acabarem.
  • Aí, o ex-prefeito  é julgado pelo juiz federal. Se houver recurso, os processos sobem novamente ao tribunal, mas o comum, mesmo, é a ocorrência de prescrição.

Deixe o seu comentário