Sub-Procuradora-Geral
da República abre caminho para
o indiciamento de Helder

Divulgação

Sexta-feira, 14 de maio de 2021

Está aberto o caminho para o indiciamento do governador Helder Barbalho pela compra de respiradores que jamais funcionaram em plena pandemia de Covid-19. O sinal verde foi dado pela Sub-Procuradora-Geral da República, Lindôra Araújo, à Polícia Federal, que pediu ao ministro do Superior Tribunal de Justiça, Francisco Falcão, autorização para indiciar o governador diante do fato de que Helder Barbalho goza de foro privilegiado A resposta de Lindôra Araújo foi seca: “Não precisa”.

O dossiê encaminhado ao STJ é um monumento. Inclui o pedido de indiciamento do governador, secretários e assessores, além de apontar inúmeras irregularidades pela conta da compra dos 400 respiradores. Agora, a Subprocuradora-geral da República se manifestou, dizendo que o MPF não precisa dessa autorização, o que significa que o governador deverá ser indiciado, além de se submeter à sabatina da Procuradoria do Ministério Público Federal, em Brasília, sem acesso aos documentos investigados. A se confirmar a medida, Helder tomará o mesmo caminho que o governador do Amazonas.

Deixe o seu comentário