Divulgação

Próxima etapa da terceirização de serviços
na Santa Casa do Pará incluiu área de Neonatologia

Dia 18 de setembro, de 2021, 12 horas

O avanço na discutível terceirização dos serviços no Hospital Santa Casa de Misericórdia do Pará já tem data marcada para acontecer: dezembro deste ano. O próximo serviço a passar para a gestão privada será a neonatologia, que comporta nada menos que 150 leitos, sendo considerado um hospital dentro de outro hospital. O serviço de hemodiálise, por sua vez, fica na “fila” da privatização, uma vez que o governador Helder Barbalho dá claros sinais de que concurso é palavra proibida no hospital, que atualmente contabiliza nada mais, na da menos do que 40% de servidores DAS e contratos temporários.

Sem direito a
reconhecimento

Brasileiro  que desenvolveu  a dirigibilidade dos balões e fez a aviação mundial avançar com Santos Dumont, Júlio Cézar Ribeiro, paraense de Acará, não goza de reconhecimento merecido pelo seu invento e o bisneto dele, Eurico Souza Bentes, falecido semana passada, não conseguiu em vida a edificação de um monumento em sua homenagem. A Aeronáutica tem o nome de Júlio Cézar em seu panteão de notáveis e lhe concedeu muitos prêmios de honra ao mérito, recebidos pelo bisneto ilustre. Até um desenho do monumento foi criado para ocupar a rotatória da avenida com seu nome, mas a obra não saiu do papel até hoje.

Quando o lucro
fala mais alto

A TV Record, diz que ciosa de seu papel de “defensora da imagem da  família brasileira”, com programação voltada para temas bíblicos vem, esquecendo essa linha e permitindo beijos e abraços ardentes entre duas participantes no reality “A Fazenda”, um dos programas de maior audiência da emissora. Na tal fazenda, os enclausurados têm liberdade para algumas bizarrices e podem se isolar para gozarem de certa intimidade, o que vem aumentando a audiência e o faturamento da emissora. Assim: quando entra o lucro cai a máscara das vestais – e o bispo Macedo esquece o “fogo sagrado”.

Deixe o seu comentário