PSDB nacional aguarda
posição de Jatene para se
decidir sobre terceira via

Terça-feira, 22 de junho de 2021

Divulgação

Reunião em Brasília na última semana envolveu representantes de partidos políticos que buscam a chamada terceira via para as eleições de 2022 e teve a presença de pelo menos um político paraense – José Carlos Lima, o Zé Carlos do PV. Do presidente do PSDB, o ex-ministro Bruno Araújo, Zé Carlos ouviu que o tucanato nacional “espera posição” do ex-governador Simão Jatene com relação às eleições de 2022, uma vez que a composição de eventual terceira via incluiria o MDB, que teve representante no encontro. Pense como ficaria o cenário no Pará: dois palanques para Helder e Jatene (foto), ou palanque para dois?

Própria régua

Ao passo em que trabalha com um batalhão de internautas publicando notícias amplamente favoráveis nas redes sociais, ou combatendo informações que julga inconvenientes, o governo do Pará sela tudo como fake news: tanto faz tratar-se de segurança pública, gestão temerária, como a do Igeprev, escândalos, como da AGE e contratos milionários, como do Banpará: não saiu do próprio governo é falso. Se não é querer medir a população com a própria régua, parece.

Com tudo

Não se pode dizer que o chefe da Casa Militar do governo do Estado, o “barra-limpa” coronel Costa Junior (foto) não é um sujeito de sorte. Objeto direto de ação movida pelo ex-PGJ Gilberto Martins por supostas ações de espionagem contra o próprio, inclusive com participação de um araponga federal, Costa Junior, em cuja cabeça sempre alguém passa a mão, vai tentar angariar apoio do comandante-geral para se eleger presidente do COPM.

Divulgação

Jogo de cena

Está cada vez mais difícil distinguir o que é ação política do que pode ser classificado como campanha extemporânea tamanha é a confusão que fazem os políticos com mandato nos assuntos em evidência na cena política paraense e nacional. Tudo é politizado, tudo tem sentido ambíguo. Alguns tratam temas com total direcionamento para o pleito do ano que vem e, no frigir dos ovos, ninguém sabe ao certo o que é política e o que é politicagem.

Apoio extra

O presidente da FPF, Adécio Torres, está no Rio de Janeiro, a convite do seu correligionário Antônio Carlos Nunes, que preside temporariamente a CBF, sob o pretexto de acompanhar os jogos da Copa América. No fundo, Nunes quer fortalecer politicamente o atual presidente da Federação, que concorre à reeleição em meio a ataques e denúncias. Na última quarta, Adécio integrou o seleto grupo de executivos que participaram de um almoço com o presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez.

Santa gula

O PRB, braço político da Igreja Universal, que abocanhou a Emater, passou a apostar as suas fichas na conquista da “cabeça” da Secretaria de Pesca do governo do Estado, onde, por sinal, já deu o primeiro passo, colocando o bispo Arlindo Silva em uma diretoria técnica. Aliás, a Universal, que parece não ser muito fã de paraense, tem um deputado federal gaúcho, um estadual paulista e, agora, um carioca no governo, todos com menos de seis anos radicados no Pará.

À própria sorte

Coletores de castanha-do-pará da Calha Norte, principalmente de Óbidos, Alenquer e Oriximiná estão na bronca com o governador Helder Barbalho por terem permanecido de fora da nova rodada de benefícios pelo Programa Renda Pará, que disponibiliza R$ 500 de auxílio para autônomos. Entraram na nova fase de pagamento motoristas de van, de aplicativo, mototaxistas, taxistas e frentistas, mas, coletores de castanha, não.

Futuro incerto

Com dez prefeitos a menos depois das eleições do ano passado e apenas seis prefeitos eleitos ou reeleitos no Pará, mesma redução ocorrida em relação ao número de vereadores e vice-prefeitos, o Democratas será mero coadjuvante nas eleições majoritárias de 2022. O presidente do partido no Pará, deputado federal Hélio Leite, fechou aliança com o governador Helder Barbalho em troca de uma secretaria de Estado e – dizem em Castanhal e região -, as consequências são imprevisíveis, especialmente para o próprio Hélio Leite.

Ponta do lápis

No início dizia-se que a “motociata” bolsonarista da semana passada teria reunido 3,9 milhões de pessoas. Outro cálculo, mais otimista, dava conta de que o evento teria gerado renda de R$ 40 milhões, com a passagem de 400 mil motos pelo pedágio e gastos presumíveis de R$ 100 por ocupante de moto, mas o pedágio só registrou 6,7 mil motos. Assim, como 3,9 milhões de participantes, cada moto teria que levar na garupa 5.280 pessoas – bom tema para a propaganda de fabricantes de amortecedores. 

 

  • O comando do 1º. Distrito Naval, em Belém, participara da ação que prevê projetar a imagem de um colete salva-vidas no Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, no próximo dia 29, para demonstrar a importância da salvatagem no País.
  • A ação é resultante de parceria estabelecida entre a Capitania e a Arquidiocese do Rio de Janeiro, amparada por diversas instituições parceiras. A data foi escolhida, especialmente por ser dia de São Pedro, Padroeiro dos Pescadores.
Divulgação
  • O presidente da Academia Paraense de Ciências Contábeis, José Fernando Paes de Vasconcelos (foto), que também é diretor da Faepa, foi homenageado pela Câmara de Belém, na última sexta, por relevantes serviços prestados ao município e à classe contábil.
  • A sede da maior e mais antiga subseção da OAB na Amazônia está revitalizada. O presidente da Ordem, Alberto Campos, entregou a obra e inaugurou a nova fachada da Subseccional de Santarém, cujo nome homenageia Ubirajara Bentes de Souza Filho.
  • A Diretoria da Festa de Nazaré promove, desde ontem, até sexta-feira momentos de adoração e oração pelo fim da pandemia e pelo direcionamento do Círio 2021.
  • O início das orações contou com a presença dos fiéis na Basíli–ca Santuário, seguindo todas as recomendações de segurança e distanciamento social.
  • As orações se seguiram na Capela Bom Pastor, até 21h, sem presença do público e apenas com membros da diretoria, grupos, pastorais e guardas da Santa.
  • A Equatorial levou seu projeto de reciclagem para Icoaraci, nesse final de semana, quando clientes da distribuidora puderam levar resíduos em troca de descontos na conta de energia.
  • Na ocasião, a empresa promoveu troca de lâmpadas menos eficientes por lâmpadas de led, no limite máximo de cinco unidades por residência.
  • O presidente Jair Bolsonaro deve anunciar nos próximos dias a prorrogação do benefício no formato atual por mais três meses e, possivelmente, o novo Bolsa Família, com valor médio de R$ 284.
  • Nesta quarta, o governo deve enviar seus projetos de mudanças no Imposto de Renda pessoa física e jurídica, mais tributação de dividendos. A definição dos relatores da estratégia fatiada deve ser fecha até o fim da semana.
  • A proposta da reforma administrativa começará a ser discutida na Comissão Especial do Senado hoje. A expectativa do relator Arthur Maia é votar o parecer entre 15 e 20 de agosto e no plenário, em setembro.

Deixe o seu comentário