Divulgação

Investigações da PF sobre desvios na
saúde dão novo alento à população do Pará

Dia 5 de setembro, 2021, 9 horas

Em um país dividido entre verdades e mentiras circulando diariamente no cotidiano das pessoas, especialmente nas redes sociais, é alvissareiro e dá esperança ao cidadão comum quanto a um novo Brasil o trabalho íntegro, ágil e competente do delegado da Polícia Federal José Neto. A ele cabe conduzir as investigações sobre o bilionário desvio de recursos federais distribuídos a torto e a direito Brasil afora para o enfrentamento da pandemia de Covid-19: R$ 1,2 bilhão no País e quase R$ 500 milhões no Pará.

Em apenas um ano de investigação, o policial desvendou a maior roubalheira já ocorrida no Estado do Pará, resultando em mais de 70 prisões e inúmeras buscas e apreensões em Belém e no interior, colocando em xeque a cúpula do governo estadual, que conta, como se sabe, com a presença de dois delegados e agentes da Polícia Federal na administração.

Merece elogios da sociedade que deseja o melhor para o Estado do Pará esse trabalho de investigação, que mostra também, quanto profissional é a Polícia Federal do Brasil. 

Que sirva de exemplo para a Polícia Civil do Estado, cuja Delegacia Contra a Corrupção não instaurou  nenhum inquérito contra as diversas falcatruas ocorridas no Pará, preocupando-se em instaurar inquéritos somente contra prefeituras e pessoas contrárias ao atual governo.

Esse é o Pará do mundo real, não mencionado na milionária propaganda do governo e também esquecido pelos tradicionais veículos de comunicação do Estado.

Deixe o seu comentário