Condutor autônomo fatura alto na Atlântica
para livrar “alcoolizados” do bafômetro


Quarta-feira, 28 de julho de 2021

Agentes do Detran que operam na fiscalização próxima à ponte de acesso à Praia do Atalaia (foto), em Salinópolis, desconhecem, claro, mas lá prospera, desde o início do veraneio, a infame prestação de serviço de condutor autônomo “fura-barreira”, destinado a livrar motoristas alcoolizados do risco de ter que se submeter ao barômetro do órgão de fiscalização. Não existe exatamente uma tabela de preços para a cobrança do serviço, mas é certo que, se o carro for de luxo, o serviço pode custar até R$ 150, embora essa seja uma avaliação puramente subjetiva. O que se diz é que tem profissional “fula-barreira” faturando até R$ 3 mil por final de semana. Como se diz, carro de bêbado não tem dono.

Clonagem e golpe

Nota assinada pela Prefeitura de Paragominas, município da região nordeste do Pará, dá conta de um fato que não é necessariamente novidade entre gestores públicos: a clonagem do telefone celular do prefeito Lucídio Paes, do PSD. Segundo a informação, à clonagem do aparelho seguiram-se “tentativas de golpes com pedidos de quantias em dinheiro” ao prefeito que, amparado pela Secretaria de Assuntos Jurídicos do município, diz estar tomando todas as providências sobre o caso.

Virou moda

Em circunstâncias normais de temperatura e pressão, essas “providências” incluiriam registro de Boletim de Ocorrência e a entrega do aparelho para perícia à autoridade policial, mas isso não está claro na nota da prefeitura. Como se sabe, outras duas denúncias do gênero envolvem ninguém mais do que o governador do Pará, Helder Barbalho, uma delas há mais de ano, com investigação sem resultados até agora. P.S: dizem, mas a coluna não conseguiu confirmar, que o prefeito estaria sob investigação.

Água e esgoto

O Instituto Trata Brasil aponta o despejo do equivalente a 5,3 mil piscinas olímpicas de esgoto sem tratamento na natureza diariamente no Brasil. O “Esgotômetro”, inspirado no impostômetro, faz esse cálculo desde 1º de janeiro deste ano, e garante que o País já despejou mais de 1,06 milhão de piscinas olímpicas com esgoto sem tratamento na natureza e o número segue aumentando. Para se ter ideia, de todo o esgoto gerado no País, estima-se que somente 46% seja tratado.

Acesso restrito

Segundo o site, atualmente, quase 100 milhões de brasileiros (46%) não têm acesso à coleta de esgoto; o Brasil teve mais de 273 mil internações por doenças de veiculação hídrica e 83,7% dos brasileiros têm acesso à água tratada (dados de 2019). Outro dado relevante é sobre as moradias sem acesso a um banheiro no País, atualmente sendo 1,7 milhão, o que corresponde a mais de 5 milhões de pessoas.

Volta ao trabalho

Com atuação presencial de 50% da sua força de pessoal, o Tribunal Regional da 8ª Região, que engloba os Estados do Pará e Amapá vem programando a ampliação do número de pessoas que voltarão a atuar presencialmente. Com o aumento da vacinação no Pará, devem retomar 75% do pessoal em agosto para, gradativamente, chegar aos 100%. As audiências seguem ocorrendo de forma telepresencial.

Mira, a mascote

Com criação do artista visual Cássio Tavernard, o TRT se prepara para apresentar a sua mascote feminina. “Mira” é o nome da moça, batizada em homenagem à primeira mulher a compor um Tribunal do Trabalho no Brasil, a magistrada Semíramis Arnaud Ferreira, que exerceu a presidência do órgão de 1980 a 1982. Mira vai fazer parceria com “Oitavinho”, mascote masculino, e demais personagens da turma dos Direitos Animados, série que deu à comunicação do TRT prêmio nacional de comunicação, em 2018.

Lá como cá

O apresentador da BBC em Londres, Giles Coren, explodiu de raiva nas redes sociais, dia desses, depois que teve seu Jaguar, veículo avaliado em 65 mil libras, correspondente a meio milhão de reais, furtado pela segunda vez em apenas três meses. A indignação do apresentador foi maior ao fazer queixa na Policia britânica e receber como resposta, em e-mail enviado educadamente pela autoridade policial, com o teor que dizia mais ou menos o seguinte: “…Lamentamos a impossibilidade de identificar o autor do crime”.

Por conta e risco

O terrivelmente populista prefeito de São Miguel do Guamá, Eduardo Pio X, aquele que mantinha contrato com o Mendes e Mendes e pessoa da sua confiança trabalhando no Igeprev do sócio do escritório, Jossep Mendes estaria metendo os pés pelas mãos. Resolveu revitalizar a orla da cidade passando um trator sobre quiosques de vendas de comidas e bebidas, onde construiu balanços para crianças e para ele mesmo e passou a “aterrar” trecho do rio Guamá usando areia e seixo de áreas de sua propriedade. Dizem por lá que a obra não foi licenciada pelos órgãos ambientais e sequer tem uma plaquinha com as informações exigidas pela legislação. A denúncia já foi levada ao Ministério Público Prefeitura de São Miguel do Guamá “aterra” trecho de rio supostamente sem licença ambiental e sequer informa sobre a obra de revitalização. Veja o vídeo.

Divulgação
  • A presença de pacientes recém-operados em corredor de hospital não é mais “privilégio” dos prontos-socorros em Belém. A ex-referência Santa Casa de Misericórdia entrou na onda.
  • A esquerda científica abrigada no CNPq priorizou tanto a política que se esqueceu de fazer backup.
  • O resultado é que seja lá o que for derrubou e cortou os acessos à plataforma de currículos Lattes, um problemão que atinge todo o País.
  • Enquanto o mal afamado Ministério da Ciência e Tecnologia se contorce para ajudar a restaurar o sistema, quem quiser fazer consultas ao CNPq terá mesmo que se valer do canal de atendimento telefônico.
  • Será dia 30 agora o pré-lançamento do projeto Juventude Empreendedora da Associação dos Jovens Empresários do Pará, com a presença da secretária Nacional, Emilly Coelho. O evento ocorrerá no Hotel Fazenda Paraíso, em Mosqueiro.
Divulgação
  • Nem tudo está perdido. O ex-prefeito de Benevides Ronie Silva (foto) perdeu o emprego na Arcon, mas garantiu o da mulher dele e o do irmão, na Prodepa.
  • O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, decidiu ressuscitar proposta mais ampla da reforma tributária, aquela que abrange impostos estaduais e municipais.
  • O relator da proposta de emenda à Constituição, senador Roberto Rocha, trabalha para apresentar seu texto no início de agosto.
  • Rocha estuda a chamada tributação dual, pela qual o País passaria a ter dois tributos sobre consumo: a Contribuição sobre Bens e Serviços, unindo os impostos federais PIS e Cofins, CBS, e o Imposto sobre Bens e Consumo, ou IBS, unindo estaduais e municipais.
  • O texto já deve prever a criação da CBS, permitindo integrar o mesmo tributo previsto no projeto em tramitação da Câmara. Reuniões técnicas estão ocorrendo há cerca de três semanas com a equipe econômica em torno de um acordo.

Deixe o seu comentário