Pará registra 53 homicídios nos
sete primeiros dias de fevereiro

Em apenas sete dias deste mês ocorreram 53 homicídios no Estado e a Polícia Civil acompanha com preocupação esse movimento, sobretudo no interior. Em Novo Repartimento, por exemplo, foram quatro homicídios, e três em Marabá, sendo esses os municípios paraenses que mais chamam a atenção da cúpula da Segurança Pública. Em Belém, o bairro do Guamá registrou quatro homicídios no período. O Guamá é um dos sete bairros da Grande Belém onde foi implantado o programa Territórios Pela Paz.

“Adeus, irmão”

Incrível, mas verdadeiro: na última segunda, moradores de algumas áreas de Belém foram atraídos por um intenso foguetório noturno sem razão aparente. Eram integrantes do Comando Vermelho, que se valeram desse expediente para homenagear Alberto de Alcântara, o “Beto Bararuá”, morto no Presídio Federal de Mossoró (RN), onde  cumpria pena, vítima de parada cardíaca. Ele comandava o CV no Pará. Na tarde do mesmo dia, a facção anunciara a homenagem, convocando “os irmãos” de Belém e lamentando a perda.

Divulgação

A ponderar

Como todo mundo sabe, o Tribunal de Justiça do Pará decidiu, por unanimidade, que o acordo entre o governo do Estado e a empresa SKN para o ressarcimento dos valores referentes à compra de respiradores (foto) que não puderam ser utilizados durante a pandemia foi “lícito”. Era uma decisão esperada, mas não livra os envolvidos do indiciamento da Polícia Federal, para quem a devolução dos valores é uma coisa, mas a compra superfaturada com tentativa de burla ao Fisco é completamente diferente.

Fique em casa

Novo decreto do governo do Pará publicado ontem joga água na fervura dos foliões. A partir da meia noite desta sexta-feira e até um minuto antes da meia-noite da quarta-feira fica proibida a circulação de passageiros entre Belém e a Ilha no Marajó. Até agora – talvez porque a responsabilidade seja das prefeituras -, não se tem informações sobre restrições semelhantes com relação a municípios como Salinas e Bragança. Por precaução, até as operações do Terminal Hidroviário, em Belém, serão suspensas no período.

Samba animado

A Prefeitura de Belém anunciou a fórmula para fomentar a produção carnavalesca neste ano em que a pandemia não dá sinais de trégua: uma subvenção de R$ 2,2 milhões às escolas de samba. Para a prefeitura, trata-se da única forma viável de garantir que, mesmo diante da pandemia da Covid-19, as agremiações carnavalescas sejam amparadas. A ideia é garantir a continuação do trabalhado com segurança que o momento requer.

Venha nós

A bancada federal formalizou ontem, por ofício, pedido ao presidente Jair Bolsonaro e aos ministros da Secretaria de Governo, general Ramos e de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para que seja editada MP corrigindo o “equívoco” que tirou do Pará o benefício da redução tarifária de energia elétrica. Segundo o deputado Hélio Leite, em nome da bancada, a ideia é que a situação seja reparada com a maior celeridade possível.

Dia de heróis…

Duas proposições em forma de homenagem póstuma tramitando desde o ano passado deverão ser apreciadas em breve na Assembleia Legislativa, ambas apresentadas pelo deputado Raimundo Santos. Com um projeto de lei, o parlamentar quer instituir no calendário oficial do Pará o “Dia Estadual dos Heróis da Saúde”, em reconhecimento aos profissionais da linha de frente do combate à pandemia do novo coronavírus.

E de saudades

Por meio de projeto de decreto legislativo, Raimundo Santos propõe criar no site da Assembleia Legislativa o “Memorial da Gratidão e da Saudade”, espaço virtual em alusão aos servidores que faleceram vítima da doença, cujo número não é revelado na Casa, mas há quem diga que já passou de 20 faz tempo. O primeiro projeto ficou de entrar em pauta para votação na sessão de ontem, mas até a tarde de segunda-feira não havia confirmação.

Pipas no ar

Projeto de lei sobre a proibição das linhas enceradas de pipas no Pará, de autoria da deputada Professora Nilse, levantou grande debate na Alepa. Alguns parlamentares classificam a proibição como “autoritarismo” contra essa prática esportiva. Para outros, a iniciativa é uma oportunidade de poupar vidas, sobretudo de motoqueiros, principais vítimas de quem usa linhas enceradas em regiões de grande tráfego nas áreas urbanas. Por falta de consenso, a votação do projeto acabou sendo adiado por três sessões.

Obra garantida

A pavimentação de 72 quilômetros da BR-422, trecho Novo Repartimento- Tucuruí, já tem recursos garantidos.  Em reunião, os deputados federais da bancada paraense, incluindo o deputado Joaquim Passarinho, determinaram a destinação de recursos para a execução da obra. Em contrapartida, o governo federal, por meio do Ministério de Infraestruturas, garantirá a execução da obra.

Nas redes

Rola nas redes sociais protesto virtual iniciado pela Associação de Caminhoneiros Autônomos de Paulo “por um Brasil justo e equilibrado”. A proposta prevê reduzir salários de magistrados, senadores e deputados federais em 60%; extinguir benefícios a que têm direito com telefone celular, passagens aéreas, veículos blindados e moradia. O movimento pede o fim de regimes especiais “criados por eles e para eles”, enquanto a população se arrasta em meio a dificuldades, carências e desemprego.

Mais carga

Não demora muito pipoca por aqui a maior consequência da decisão do governo do São Paulo de aumentar o ICMS de 0% para 18% sobre serviços e produtos médicos. O Estado é grande fornecedor brasileiro desses insumos e o impacto ocorrerá em todo o País. As regiões Norte e Nordeste serão mais impactadas pelo aumento da carga tributária paulista como usuárias de equipamentos privados, entre eles tratamento clínico e dentário.

  • O DOE de hoje publica portaria da Sespa sobre a rescisão do contrato com a OS Associação da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Pacaembu (Hospital Abelardo Santos).
  • Tem mais coisas acontecendo no Pará em meio à pandemia do que imagina nossa vã filosofia. Mais: não tudo é o que parece ser.
  • O Portal de Santarém dá conta de que Belterra, Região Metropolitana de Santarém, oeste do Pará, registrou 40 novos casos de Covid-18 em apenas 48 horas.
  • Até o último dia 6, segundo dados das autoridades de saúde de Santarém, Belterra havia confirmado 831 casos da doença.
  • Muitos idosos ficaram sem vacina em Belém, mas os órgãos oficiais anunciam que a meta de imunização dos primeiros grupos prioritários bateu a cada dos 95%.
  • Ora vivas! O Ministério da Saúde anuncia contrato com a Fiocruz para a construção de uma nova fábrica de vacinas, no Rio de Janeiro.
  • O investimento será de R$ 3,4 bilhões e prevê a geração de 5 mil empregos diretos na construção e 1,5 mil postos de trabalho para a sua operação. 
  • Parece que tudo conspira para a Justiça do Trabalho da oitava região não trabalhar presencialmente.
  • Após longo período de trabalho home office, tudo parou presencialmente de novo,  porque o ar-condicionado do prédio deu pane. Baixaram até um ato.
  • Jardins e hortas caseiras estão em alta nestes tempos de pandemia. Domingo, uma floricultura na Duque, em Belém, botava gente pelo ladrão.
  • Foram centenas de mudas de plantas e de sementes vendidas somente no período da manhã. Planta é um bom remédio.
  • Atual vice-presidente da FPA e responsável por articular as proposições relevantes para o fortalecimento da atividade agropecuária, o senador Zequinha Marinho deverá pegar a relatoria do PL 5191/2020.
  • A administradora e executiva Poliana Bentes defende dissertação de mestrado na Unama, hoje, versando sobre impactos de programas socioambientais em comunidades vizinhas de empreendimentos minerários no sudeste do Pará.
  • A reitora da instituição, professora Betânia Fidalgo compõe a banca examinadora. Detalhe: depois da dissertação, sem perder tempo, Poliana engata doutoramento, cujo projeto já está aprovado.
  • Aviso aos incautos: não convém abandonar o uso de máscaras mesmo depois da imunização contra a Covid-19. O diabo é que ninguém tange o gado como o gado precisa.

Deixe o seu comentário