Edição Extra – B.O

Escândalo envolve Auditor-Geral
do Estado em suposto caso
de assédio moral e sexual

Belém, 2 de junho de 2021

Boletim de Ocorrência registrado na Seccional de Polícia da Cidade Nova sob o número 00004/2021-103763-5 no último dia 1º coloca o Auditor-Geral do Estado, Rubens Leão, no centro de mais um escândalo no governo do Pará. Ele é acusado pela funcionária da empresa terceirizada KCM, J.P.S., de assédio moral e sexual, inclusive com troca de mensagens pornográficas, prática que vinha ocorrendo desde março deste ano.

Divulgação

Demissão

Segundo relatos oferecidos à autoridade policial, Rubens Leão, que substituiu Giussep Mendes no cargo de Auditor-Geral do Estado (foto, à direita), proibia a denunciante J.P. S. até de sair com amigas nos finais de semana, ao que ela se quedava para evitar perder o emprego de recepcionista que exercia na sede da AGE. Na última terça, porém, conforme o relato, J.P.S foi surpreendida com a demissão do emprego, supostamente por ordem da chefe de gabinete da AGE, Fabíola de Almeida Evangelista (Veja o B.O. na íntegra).

Deixe o seu comentário