O médico Daniel Santos, eleito deputado estadual com cerca de 100 mil votos e atual prefeito de Ananindeua é considerado hoje um dos mais prósperos empresários do ramo da saúde no Pará/Agência Pará

Em se tratando de saúde, a questão que mais chama a atenção hoje em dia em Ananindeua é o crescimento vertiginoso do Hospital Santa Maria, que até pouco tempo era considerado uma clínica de pequeno porte e passou a fazer inveja para muitas casas de saúde da Região Metropolitana de Belém. O hospital é de propriedade do atual prefeito de Ananindeua, o ex-deputado e presidente da Assembleia Legislativa Daniel Santos, que tem uma trajetória política interessante – senão marcante: aliado do então governador Simão Jatene, o Dr. Daniel, nome com o qual se elegeu operando milagres em seu hospital, se bandeou para o MDB de Helder Barbalho aos 45 minutos da segunda etapa do jogo político, ganhou a fama de traidor, mas, ainda assim, ao contrário de Jeferson Lima, se elegeu com 100 mil votos.

Grande influência política
garante bons negócios

O que se diz é que, de “sem eira nem beira e sem ramo de figueira”, Daniel Santos é considerado um dos mais prósperos empresários do ramo da saúde no Pará, não se sabendo em que caverna de Ali Babá ele conseguiu tanto dinheiro para alterar o curso da sua vida tão vertiginosamente. Bem verdade que, como poucos, o Hospital Santa Maria é um dos queridinhos na lista de prioridades da Previdência do Estado, com direito a receber o que tem direito em contratos de assistência médica sem precisar entrar em filas, graças a aliados tanto no Igeprev quanto no governo e na Assembleia Legislativa.   

Matérias relacionadas

Dinheiro público banca “ações de cidadania”
em favor de deputados e até pré-candidatos no Pará
 

(Veja o link): https://colunaolavodutra.com.br/dinheiro-publico-banca-acoes-de-cidadania-em-favor-de-deputados-e-ate-pre-candidatos-no-para/

“Milagre econômico”  
senta praça em Belém

Veja como as coisas se descortinam. A Distribuidora Atem, considerada em reportagem da Band News “verdadeiro milagre do crescimento” econômico no Brasil, tem raízes no Estado do Amazonas desde os anos 2000. Em 2016, a empresa detinha 20,4% do mercado de combustíveis do Estado, saltando para 52,3% dois anos depois, o que representa aumento de mais de mais de 150%, segundo dados da ANP, passando a ocupar a quinta posição do ranking nacional do setor. Parece estranho; e é.

Área ocupada com
aval da prefeitura

Não à toa, a Procuradoria da Fazenda Nacional trava uma briga de foice com a empresa amazonense, que tem deixado de pagar mais de R$ 1,8 bilhão em impostos, inclusive PIS/Cofins sobre os combustíveis. Pois bem: a Atém também de estabeleceu em Belém, com licença da prefeitura na administração Zenaldo Coutinho, através do Posto Dallas, de conhecido empresários paraense. Seus produtos abastecem o posto instalado à avenida Júlio Cezar, área que deverá abrigar o Parque de Belém, que abrigava o Aeroclube.

Papo Reto

  • A PM criou nova estratégia de atuação em Mosqueiro, passando a interagir diretamente com a comunidade, inclusive chamando os residentes locais pelo nome.
  • Dia desses, o tenente-coronel Francisco Jr, que comanda o efetivo, foi homenageado, ao lado do juiz José Torquato, por tradicional família do bairro do Ariramba.
  • A homenagem se deveu ao fato de que os tenentes André Araújo e Thais Costa passaram a residir na Bucólica para ajudar na implementação da nova estratégia.
Divulgação
  • O jornalista Walbert Monteiro (foto), assumiu ontem a cadeira 22 da Academia Paraense de Letras. O novo imortal é um dos bons amigos da coluna.
  • A Secretaria de Saúde de Salinópolis segue demitindo médico com mais de 30 anos de serviços à comunidade por suposto “capricho” do prefeito e do titular da pasta e contratando apadrinhados por valores bem maiores.
  • Como diz o ditado: de panela que muito se mexe sai insosso ou sai salgado. No caso da Atlântica, são grupos familiares que mais dividem do que somam pelo município.
  • A lenha tornou-se a segunda principal fonte de energia do Brasil, com participação de 26,1%, atrás apenas da energia elétrica.
  • Já o gás de cozinha conta agora com 24,4% de participação nos lares do País, ocupando a terceira posição. Fogão a lenha tem suas vantagens…
  • A euforia toma conta dos produtores de soja no País, cuja saca, para pagamento em fevereiro de 2022, já vem sendo negociada a mais de R$ 180, tudo fazendo crer que chegará a R$ 200 nos próximos meses.
  • Considerado o maior produtor e exportador de soja do mundo, o Brasil embarcou 240,2 mil toneladas por dia do grão, contra a média diária de 121,11 mil em outubro de 2020.
  • Quanto ao petróleo, foram exportadas 435,67 mil toneladas por dia até a segunda semana deste mês, contra 228,53 mil toneladas diárias no mesmo período do ano passado.

Charge do Dia

Deixe o seu comentário