Coluna – Sexta-feira, 08 de janeiro

Menor risco de apagão: Grande Belém
ganha linha de transmissão de 500 kV.

O Grupo  Equatorial Energia vai inaugurar, por meio da Equatorial Transmissão, duas novas linhas de transmissão para atender a Região Metropolitana de Belém e o nordeste do Estado. Belém é uma das poucas capitais que não era atendida por uma linha de transmissão de 500kV e esse investimento vai garantir o atendimento com qualidade e robustez nos próximos anos. A inauguração será dia 13 agora. A obra foi entregue com 13 meses de antecedência.

Censo vacinal

Ainda que aos trancos e barrancos com os efeitos da pandemia e com o debate sobre “vacinar ou não, quando e com qual vacina?”.  O governo brasileiro inicia o ano disposto a acertar as contas com antigas doenças. Estima-se que ainda neste mês pesquisadores do primeiro Censo de Vacinas no País em 14 anos vão bater à porta de famílias de Norte a Sul para descobrir a quantas anda a vacinação. O Brasil sofre com a queda na busca de imunizantes, falta de cadastro e o esquecimento de ameaças como o sarampo e a poliomielite.

Mau retorno

Metade das 15 vacinas do calendário infantil não alcança a meta desde 2015, inclusive a da poliomielite. Com o resultado desse censo, poderão ser traçadas estratégias para reverter uma tragédia que levou ao retorno do sarampo. A epidemiologista Carla Domingues (foto), que por oito anos dirigiu o Programa Nacional de Imunizações, coordena, sob encomenda do MS, com o professor Cassio de Moraes, o novo Inquérito de Cobertura Vacinal.

Divulgação

Mal comparado

Em abril do ano passado, o Pará era o quarto Estado brasileiro com registro de mais mortes por 100 mil habitantes por Covid-19. Hoje, apesar do aumento do número de casos e de mortes, o Estado aparece em décimo nono lugar e em nono lugar em números absolutos de mortes, isto é, 7.263 óbitos. É uma queda considerável, verdade, mas ainda assim, mal comparando, é como se 60 aviões, cada um com 120 pessoas a bordo, tivessem caído desgraçadamente em míseros dez meses de um ano só.

Inversão de valores

Empresário paraense que convidou grupo de amigos cearenses aventureiros de off-road para desfrutar as dunas e praias paraenses com seus quadriciclos e buggies voltou para  casa convicto de que turismo, por aqui, é “potoca”. Os veículos fora-de-estrada, caríssimos, adaptados especialmente para esse tipo de terreno, foram barrados na Praia do Atalaia, em Salinópolis, por agentes do Detran: “seriam tratores agrícolas”.

Aí conhece!

Ao serem contestados de que esses veículos trafegam normalmente nas praias nordestinas e de todo o litoral brasileiro, os aventureiros ainda tiveram que ouvir que “só quem entende de legislação de trânsito é o pessoal de Brasília e do Pará”. Enquanto isso, veículos de passeio, esses sim, inadequados, seguiam trafegando livremente pela praia. 

Bom começo

Nada melhor para novos prefeitos a notícia da possibilidade de desbloqueio de R$ 40 milhões do Fundo para o Desenvolvimento Regional com Recursos da Desestatização. Seguinte: esses recursos, bloqueados por conta da incompetência ou má fé de gestões anteriores incapazes de prestar contas de obras executadas, representam 8% do lucro da mineradora Vale para compensação pelos impactos de projetos na área de influência da Ferrovia Carajás. Se liberados, irão beneficiar 14 municípios do sudeste do Estado.

É falsidade

Operadoras de call-centers contratados por bancos e empresas de telecomunicação estão praticando o que pode ser considerado crime de falsidade ideológica: falsificam códigos de área e números do telefone. Exemplo: (011) e um número começado por 9, indicando que é um celular; ou (091) e um número de telefone convencional. Quando o usuário atende, desligam. É para saber se o telefone existe mesmo e forçar o usuário a atender, por curiosidade ou mesmo porque tem parentes fora.

Crime e abuso

Nessa época de pandemia, qualquer um atende. As ligações não respeitam finais de semana nem horários de expediente. A Anatel já foi cientificada por centenas de usuários reclamando desses abusos, mas não toma providência. Em São Paulo, abusos já foram punidos com indenizações pesadas. Os bancos usam esse método para intimidar devedores ou oferecer empréstimos a idosos; operadoras de telecomunicações, para oferecer serviços de internet; e as companhias de cartão de crédito, cartões.

Justiça se faça

Neste trimestre, já foram cumpridos os feriados do recesso, de 1º a 6 de janeiro. Também não haverá expediente forense no dia 20 de janeiro, apenas na Subseção de Altamira; nos dias 15 e 16 de fevereiro-segunda e terça-feira de Carnaval -, em toda a 1ª Região – Pará e mais 12 Estados, além do Distrito Federal; no dia 19 de março – apenas em Tucuruí e Castanhal; e nos dias 31 de março, 1º e 2 de abril -Semana Santa-, em toda a 1ª Região.

Papo furado

Para quem pregava o discurso da moralidade pública, pegou mal para o ex-prefeito de Castanhal Pedro Coelho a descoberta de que deixou de honrar a folha de pagamento de dezembro a centenas de professores e servidores da Educação. O calote chega a mais de R$ 1,7 milhão. Pior: a nova administração indica que esse calote  pode ser ainda maior, pois ocorreu e outras secretarias. Dinheiro em caixa, que é bom, ninguém encontrou.

  • Missão abortada, por enquanto, até segunda ordem. A mobilização da Polícia Civil para a megaoperação contra a administração Jatene tem alcance amplo – 18 lugares diferentes.
  • Para tanto, a corporação chegou a suspender folga de policiais. A programação, porém, permanece viva, mesmo contra parecer do Ministério Público, como em outras anteriores.
  • Tuíte do prefeito Edmilson Rodrigues, ontem: “Foi aprovada hoje a urgência do projeto “Bora Belém” na Câmara, que continua amanhã em nova sessão”.
  •  “Neste dia da revolução cabana, um passo importante para garantir renda e dignidade aos mais pobres”. Revolução Cabana, entenderam? Eu, hein…
  • O médico Flávio Tavares da Silva é o novo presidente da Sociedade Médica Cirúrgica do Pará para o biênio 2021-2023.  Alan Rodrigues Cavalcante é o vice.
  • O Re x Pa começou na coleta do bicho pela vitória. O montante já beira a casa do milhão de reais, conforme as redes sociais. O placar marca 80% x 20%, não necessariamente nessa ordem.
  • Se não é fake, convém aguardar segunda-feira para saber, mas vai um aviso aos interessados em por a mão na grana: se der empate, ninguém leva.
  • Belém é o paraíso das motos e carros com descarga aberta, barulho infernal a qualquer hora do dia, em toda a cidade e até em frente a hospitais.
  • Os agentes de segurança, que via de regra se equipam com protetor auricular ou estão atentos ao celular, com fones de ouvido, não ouvem, nem olham.  
  • O governo do Pará irá garantir o fornecimento do medicamento necessário ao tratamento de Antony Neves, 1 ano de idade, diagnosticado com Atrofia Muscular Espinhal tipo 1. O medicamento já chegou e custou R$ 9 milhões.
  • A doença é rara e se caracteriza pela fraqueza muscular grave, de forma progressiva, que provoca a degeneração dos neurônios motores inferiores da medula espinhal.
  • O prazo de inscrições ao Curso de Formação de Praças e Oficiais da PM está prorrogado até o próximo dia 14. O certame oferece 2.405 vagas
  • O Núcleo de Atendimento ao Transtorno do Espectro Autista do governo do Estado entra em funcionamento a partir de amanhã, no Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação.
  • A expectativa é de que sejam realizados até 300 atendimentos referenciados por mês, de maneira gradativa, e o público-alvo inclui crianças, adolescentes e adultos.
  • As ações finalísticas do Ministério da Mulher tiveram 98% de execução em 2020. Ao todo, já foram empenhados mais R$ 626 milhões dos R$ 641 milhões autorizados.
  • Por ações finalísticas é possível compreender aquelas que resultam em bens e serviços ofertados diretamente à sociedade, ou seja, que atendem a necessidades da população.
  • A falta de cuidados da direção de famoso resort em Salinas com os protocolos de prevenção à Covid-19 no final do ano desagradou a gregos e troianos.
  • Até um promotor de Justiça que se hospedou no estabelecimento no período fez reclamação formal protocolado na Promotoria de Salinas.

Deixe o seu comentário