A Equatorial Energia vai instalar o serviço de veículos elétricos e o ponto de abastecimento no Porto Futuro/Agência Pará

Cadastro digital, que está em fase de validação pelos órgãos competentes irá funcionar para garantir o uso e a devolução dos equipamentos.

O Porto Futuro, centro de Belém, receberá uma nova obra de mobilidade urbana. A concessionária de energia elétrica Equatorial se habilitou em chamada pública lançada pela Agência Nacional de Energia Elétrica para implantar dez bicicletas elétricas, um eletroposto e um veículo elétrico no porto. Além do Pará, mais quatro Estados foram selecionados para participar do projeto.

A obra requer uma área com ciclofaixas, por isso o Porto Futuro foi o local escolhido. O órgão administrador do eletroposto será a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, a Sedeme para a qual será doado o carro elétrico.

A população vai poder utilizar as bicicletas por meio de um cadastro digital. Para isso, será criado um mecanismo que vincule a pessoa no momento em que ela tirar a bicicleta para que seja feita a devolução após o uso. A obra está em fase de validação pelos órgãos envolvidos. A Eletrobrás ficará responsável pelo eletroposto. Qualquer pessoa que circular com carro ou bicicleta elétrica poderá abastecer gratuitamente.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, José Fernando Gomes Júnior, a ideia é oferecer fontes renováveis de energia e formas menos poluentes de gerar mobilidade no Estado. “Esse projeto contempla com sustentabilidade e tecnologia nossa visão de futuro numa área turística da capital paraense”, declara.

Deixe o seu comentário