Divulgação

João Martins é reeleito à presidência
da CNA para novo mandato

João Martins é apontado como “defensor intransigente” da exportação de boi vivo, segundo Gil Reis, da Associação Brasileira dos Exportadores de Gado.

Divulgação

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, a CNA, João Martins, foi reeleito semana passada para mais um mandato à frente da entidade. Martins obteve o voto de todas as 27 Federações Estaduais de Agricultura e Pecuária. Em sua primeira manifestação após a eleição, João Martins falou da responsabilidade que terá daqui para frente e da necessidade de “estarmos cada vez mais unidos para enfrentar os desafios futuros”. “O resultado unânime credencia minha gestão para atuar com a plena participação e com a união de todas as 27 Federações nessa nova empreitada”, afirmou.

No comando da CNA desde 2015, João Martins tem uma trajetória profissional marcada pela defesa dos produtores rurais. Também presidiu a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia e é acionista e presidente da Agropecuária João Martins S.A.

Recentemente, outro nome integrante da CNA, Antônio De Salvo, o Toninho, foi eleito presidente da Federação da Agricultura do Estado de Minas Gerais. Toninho sempre teve atuação elogiada na CNA e, ultimamente, como presidente da Câmara Setorial da Cadeia da Carne do Ministério da Agricultura.

Gil Reis, da Associação Brasileira dos Exportadores de Gado, se disse satisfeito com eleição de ambos e afirma: “João Martins e o Toninho De Salvo sempre foram defensores intransigentes da exportação de bovinos vivos em razão da atividade ser lícita e uma opção atrativa para os pecuaristas poderem comercializar seus animais de produção”.

Deixe o seu comentário